Marketing

Saiba quais os passos para criar uma marca na nutrição

Acontece todos os dias em qualquer mercado ou ramo profissional: duas empresas oferecem exatamente o mesmo produto ou serviço, mas uma delas sempre é mais lembrada pelos consumidores, enquanto a outra não. Isso é resultado de ter uma marca forte, ou seja, estar sempre presente nas lembranças das pessoas e ter a favor de si um diferencial que pesa na decisão das pessoas. Na área de saúde isso não é diferente!

O que é exatamente uma marca? E como criar uma marca forte, que se comunique bem com o seu público-alvo e, consequentemente, seja sempre lembrada por eles? É o que nós preparamos como conteúdo deste post!

Há quem confunda o conceito de marca com o de nome ou logotipo. Na verdade, marca vai muito além do que isso. De maneira simples, podemos dizer que a marca é um conjunto de elementos que ajudam a compor a imagem de uma empresa e determinam a maneira como ela é percebida por parceiros, clientes, concorrentes e pelo público em geral.

O nome e logotipo são uma parte importante desse processo de identificação, mas não são únicos, não trabalham sozinho. Os produtos da empresa, a linguagem que ela utiliza para se comunicar com o seu público, as cores, fontes e até mesmo a reputação no mercado também ajudam a compor sua marca.

E como criar uma marca forte para um ou uma nutricionista?

Criar uma marca forte para o seu negócio em um mercado cada vez mais competitivo, não é uma tarefa fácil. No entanto, com planejamento estratégico e dedicação, é possível fixar a imagem da sua clínica ou consultório no imaginário dos possíveis pacientes e se destacar na área da nutrição, com responsabilidade e ética. Veja essas dicas que devem guiar a nutricionistas de todo o Brasil no processo de criação de uma marca profissional:

1. Defina bem o seu público-alvo, ou seja, potenciais pacientes

O primeiro passo para criar uma marca forte e de alta competitividade é definir claramente o seu público-alvo. Esse é o momento para traçar os rumos que você deseja dar ao seu consultório: a ideia é atrair mais pacientes com um perfil similar aos que já procuram pelo seu atendimento atualmente ou, ao contrário, você quer dar uma guinada profissional e focar em atrair outro público?

Em qualquer um dos casos, é importante traçar um perfil detalhado desse público-alvo. Você pretende atingir mais homens ou mulheres? De que faixa etária? Quais são os principais anseios e expectativas desses potenciais pacientes? Essas informações são essenciais para que você possa construir uma marca que realmente converse com as necessidades do seu público.

2. Pesquise os seus concorrentes

Conhecer o que os seus colegas estão fazendo e como estão se posicionando no mercado é uma prática saudável e que pode ser determinante na construção de uma marca forte. A ideia não é, claro, copiar ou imitar trabalhos bem-sucedidos, mas inspirar-se em casos de sucesso e aprender com os erros de profissionais que têm um perfil bem parecido com o seu.

Você pode, por exemplo, identificar os pontos fortes na identidade visual dessas clínicas ou consultórios e usar essas informações para ilustrar seus pontos de vista nas reuniões ou contatos que vão pautar os profissionais que estarão ajudando você nesse processo.

3. Liste seus diferenciais, aquilo que você se destaca

Definido o público-alvo e com uma boa ideia do que estão fazendo seus colegas de mercado, chegou a hora de focar mais em você. É importante identificar quais são os diferenciais da sua clínica ou consultório, aquelas qualidades que fazem com que os pacientes procurem por você, e não por outros atendimentos.

Pode ser a localização privilegiada do seu consultório, a versatilidade nas opções de pagamento, a abordagem e tratamentos que você segue e propõe, enfim, algo que você deve descobrir. O importante é que esses diferenciais sejam identificados para que eles possam ser destacados no processo de construção da marca. Esse é o momento de criar a personalidade do seu negócio e entender quais conexões você quer que ele estabeleça com o seu público.

Pode ser que você queira falar com um público mais velho, para os quais valores como tradição e solidez são muito importantes, por exemplo. Ou que o seu desejo seja atrair uma clientela jovem e feminina, que busque uma clínica moderna e com atendimento descomplicado. Qualquer que seja sua opção, ela precisa ficar muito clara antes de partir para o próximo passo.

4. Confie a criação da sua marca com quem tem qualidade

Com a imagem de sua clínica ou consultório bem definida no seu imaginário, chegou a hora de partir para a ação e colocar em prática a construção – de fato – da sua marca. É o momento de escolher parceiros de confiança para a criação de sua identidade visual, que deve traduzir todos esses conceitos para o público.

Nesse momento, busque uma empresa que tenha conhecimento sólido em criar marcas para profissionais da área de saúde, tenha credibilidade no mercado e esteja focada em prestar um atendimento de qualidade.

Ao confiar essa tarefa ao time de especialistas da Pling, por exemplo, você tem a certeza de que o seu dinheiro será bem investido, pois você só paga pelo logotipo quando estiver 100% satisfeito com o resultado.

A Pling oferece essa modalidade de prestação de serviços porque confia na qualidade do trabalho que desenvolve e conta com uma equipe formada por profissionais com a experiência e conhecimento necessários para entregar um resultado não menos que excelente!

Se você gostou de entender melhor como criar uma marca forte para o seu consultório e entende que esse é o momento de construir a sua, não espere mais. Entre em contato agora mesmo com a Pling! Será um prazer ajudar o seu consultório e sua carreira a crescer!

Seja o primeiro a comentar!